Porém à procura do penta

Porém à procura do penta

Uma das principais curiosidades da edição da Baja Portalegre 500 é saber se Ricardo Porém consegue vencer a prova pela quinta vez consecutiva. Para além desse, há muitos outros motivos de interesse numa edição com participantes de luxo.

O balanço das jornadas, os tributos e uma visita à redação

O balanço das jornadas, os tributos e uma visita à redação

Na última edição do Jornal das Jornadas falamos do que se passou no debate sobre jornalismo na área do ciclismo. Fazemos o inevitável balanço da edição 22 e damos uma espreitadela à redação multiplataforma. Temos ainda tempo para apresentar os vencedores dos tributos deste ano: o de comunicação e o de jornalismo, atribuído a Hugo Alcântara, que tem um dom muito especial!

O primeiro dia das jornadas

O primeiro dia das jornadas

No arranque das Jornadas da Comunicação, sublinhou-se a originalidade do evento e a importância para o IPPortalegre. Ainda fomos ouvir quem nunca ouviu falar das Jornadas para tentar perceber o que esperam deste evento. Antes de fechar, tempo ainda para lançar o debate sobre o impacto das redes sociais no jornalismo. Edição de Laura Cabral.

Jornalismo que futuro?

Jornalismo que futuro?

Começou às 14h30, o segundo debate do primeiro dia das XXI Jornadas da Comunicação, com a temática “Jornalismo Digital: Que Futuro?”. Nesta sessão tivemos como convidados Iryna Shev, do Snapchat do jornal Expresso, João Barreiros, da RDP Internacional, e Diogo Queiroz de Andrade, do jornal Público. No auditório amplamente preenchido da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais o debate desenvolveu-se com a ajuda das perguntas do público. A discussão centrou-se em torno da sobrevivência do jornalismo tradicional face ao crescente desenvolvimento das novas plataformas digitais e dos desafios colocados aos jornalistas na sua prática diária. Como referiu Iryna Shev, “Há uma convergência cada vez maior entre o jornal tradicional e o digital”.  João Barreiros reforçou esta ideia ao dizer que os jornalistas têm, cada vez mais, de estar despertos para esta nova realidade. Outra das ideias discutidas durante o debate, prende-se com a credibilidade do conteúdo noticioso divulgado. Embora o digital seja tão confiável como o tradicional, a prática jornalística é posta em causa pela proliferação crescente das “fake news”. Autor: Diogo Santos, Eloísa Dias, Patrícia Lopes, Rui Alves, Ana Machado, Fábio Duarte, Pedro Luís Silva e Bárbara Pires

Topo