Marcha branca assinalou Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Uma peça de roupa branca e dedicação à causa foi o necessário para celebrar esta terça-feira o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência marcado pela Organização das Nações Unidas. A data foi assinalada um pouco por todo o país e em Portalegre, a iniciativa contou com a adesão de cerca de uma centena de pessoas.

Conceição Bagina, diretora da CERCI de Portalegre, Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos com Incapacidades, referiu que as expectativas da marcha foram ultrapassadas pois em comparação com anos anteriores o número de participantes tem vindo a aumentar.

 

 

Sob o mote “Eu sou igual a ti”, a marcha branca teve início na Praça da República e terminou no Jardim do Tarro. Ao longo do percurso caminharam juntas diversas CERCIs, agrupamentos de escolas e a Tuna Papasmisto. João Leite, o representante da tuna referiu que no “ano passado foi o primeiro ano em que fomos convidados. A igualdade de direitos tem de ser algo cada vez mais presente no mundo atual, temos muita diversidade, e temos de aproveitar estes momentos”.

 

 

Apelando à igualdade como um pilar da sociedade, a diretora do centro distrital da Segurança Social de Portalegre, Sandra Cardoso diz que “têm existido avanços sucessivos na promoção da igualdade que se verificam muitas vezes no campo legislativo, mas na prática ainda há muito a fazer”.

 

[slideshare id=201477607&doc=marchabrancaassinaloudiainternacionaldapessoacomdeficiencia-191204162059]

 

Autor: Rafaela Mendes

Topo